A abordagem de múltiplos critérios na priorização de projetos em um programa de mestrado profissional

Emerson Antonio Maccari, Sergio Bomfim Martins, Cibele Barsalini Martins

Resumo


O objetivo deste estudo foi analisar como a abordagem de múltiplos critérios pode contribuir para a priorização de projetos dentro de um Programa de Mestrado Profissional no Brasil. Esta pesquisa desenvolveu-se por meio de um estudo de caso único, a partir de uma estrutura teórico-conceitual, que serviu de base para a elaboração e aplicação do questionário estruturado. Os resultados sugerem que os projetos Controle do Egresso e Protocolo de Produção Técnica/Tecnológica, além do quesito Corpo Docente, foram considerados prioritários e contribuiriam para a melhoria do desempenho no sistema de avaliação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).

Palavras-chave


Gerenciamento de portfolio, CAPES, seleção de projetos, processo de análise hierárquica (AHP)

Texto completo:

PDF (English) PDF

Referências


Archer, N., & Ghasemzadeh, F. (1999). An integrated framework for project portfolio selection. International Journal of Project Management, 17(4), pp. 207-216.

Begičević, N., Divjak, B., & Hunjak, T. (2009). Decision-making on prioritization of projects in higher education institutions using the analytic network process approach. Central European Journal of Operations Research, 18(3), pp. 341-364.

Braun, E., Modica, J., & Rabechini, R., Jr. (2010). Prioritization of portfolio of projects. 8th International Pipeline Conference, 3.

Camanho, R. (2012). A Abordagem Múltiplos Critérios ( AHP ). Apresentação de Técnicas e Ferramentas para Avaliação com Multicritérios Processo Decisório – Capacitação na Metodologia AHP. São Paulo.

CAPES. (2012a). Acesso em 26 de novembro de 2012, disponível em História e Missão: http://www.capes.gov.br/sobre-a-capes/historia-e-missao

CAPES. (2012b). Avaliação da pós-graduação. Acesso em 04 de dezembro de 2012, disponível em http://capes.gov.br/avaliacao/avaliacao-da-pos-graduacao

CAPES. (2012c). Acesso em 03 de dezembro de 2012, disponível em GeoCapes: http://geocapes.capes.gov.br/geocapesds/

Carvalho, M., & Rabechini, R., Jr. (2011). Fundamentos em gestão de projetos (3a. ed.). São Paulo: Atlas.

Carvalho, K., & Pessôa, L. (2012). Classificação de projetos: um estudo da aplicação do método AHP. Revista de Gestão e Projetos, 3(1), pp. 280-298.

Cooper, R., Edgett, S., & Kleinschimidt, E. (1999). New Product Portfolio Management: Practices and Performance. Journal of Product Innovation Management.

Cooper, R., Edgett, S., & Kleinschimidt, E. (2001). Portfolio Management: fundamental to new product success. Product Development Institute.

Costa, H. (Março de 2011). Apoio à seleção de portfolio de projetos de software baseado na moderna teorio do portfólio. UFRJ, Tese (Doutorado) - Programa de Pós Graduação em Engenharia de Sistemas de Computação.

Crawford, J. (2002). The Strategic Project Office: a guide to improving organizational performance. New York: Marcel Dekker.

Duarte, M. (2007). Modelo Multicritério para Seleção de Portfólio Considerando a Sinergia. Dissertação de Mestrado. Recife, PE.

Ensslin, L., Andreis, M., Medaglia, T., Carli, H., & Ensslin, S. (2012). Modelo multicritério para avaliação e seleção de projetos de pesquisa e desenvolvimento em uma empresa distribuidora de energia. Revista Gestão Industrial, 8(1), pp. 164-198.

Forman, E., & Gass, S. (2001). The Analytic Hierarchy Process — An Exposition. Operations Research, 49(4), pp. 469-486.

Fosberg, K., Mooz, H., & Cotterman, H. (2005). Visualizing Project Management. New Jersey: John Wiley & Sons, Inc.

Ghasemzadeh, F., & Archer, N. (2000). Project portfolio selection through decision support. Decision Support Systems, pp. 73-88.

Hatcher, M. (2008). Asset Evaluation and Selection Using The Analytic Hierarchy Process. International Journal of Business Research, 8(3), pp. 118-124.

Horta, J., & Moraes, M. (2005). O sistema CAPES de avaliação da pós-graduação: da área de educação à grande área de ciências humanas. Revista Brasileira de Educação, pp. 95-181.

Kerzner, H. (2004). Gestão de Projetos - As melhores práticas. Bookman.

Maccari, E. (2008). Contribuições à gestão dos programas de pós-graduação stricto sensu em administração no Brasil com base nos sistemas de avaliação norte americano e brasileiro. Tese de Doutorado. São Paulo, SP, Brasil.

Maccari, E., Almeida, M., Nishimura, A., & Rodrigues, L. (2009). A gestão dos programas de pós-graduação em administração com base no sistema de avaliação da CAPES. Revista de Gestão USP, 16(4), pp. 1-16.

Maccari, E., Lima, M., & Riccio, E. (2009). Uso do sistema de avaliação da CAPES por programas de pós-graduação em administração no Brasil. Revista de Ciências da Administração, 11(25), pp. 68-96.

Maccari, E., Rodrigues, L., Alessio, E., & Quoniam, L. (2008). Sistema de avaliação da pós-graduação da Capes: pesquisa-ação em um programa de pós-graduação em Administração. Revista Brasileira de Pós-Graduação, pp. 171-205.

Maccari, E., Rodrigues, L., Coimbra, F., & Almeida, M. (2006). Uso do Planejamento Estratégico por um Programa de Pós-Graduação com base no Sistema de Avaliação da CAPES. VI Colóquio Internacional sobre gestão universitária na América do Sul. Blumenau - SC.

Markowitz, H. (1952). Portfolio Selection. The Journal of Finance, 7(1), pp. 77-91.

Martins, C. (2013). Desempenho dos programas de pós-graduação stricto sensu em Administração, Ciências Contábeis e Turismo no Brasil: Um estudo dos programas no período de 2001 a 2009. Tese de Doutorado, São Paulo, SP, Brasil, 239p.

Martins, C., Maccari, E., Storopoli, J., Almeida, M., Riccio, E. (2012). A influência do sistema de avaliação nos programas de pós-graduação stricto sensu brasileiro. Revista de Gestão Universitária na América Latina, 5(3), pp. 155-178.

Martins, G., & Theóphilo, C. (2009). Metodologia da Investigação Científica para Ciências Sociais Aplicadas (2a. ed.). São Paulo: Editora Atlas.

Mello, C., & Crubelatte, J. (2008). Respostas Estratégicas de Programas Brasileiros de Pós-Graduação em Administração à Avaliação da CAPES: Proposições Institucionais a Partir da Análise de Redes de Co-Autorias. XXXII Encontro da ANPAD, (pp. 1-16). Rio de Janeiro - RJ.

Mello, C., Crubelatte, J., & Rossoni, L. (2010). Dinâmica de relacionamento e prováveis respostas estratégicas de programas brasileiros de pós-graduação em administração à avaliação da CAPES: proposições institucionais a partir da análise de redes de co-autorias. Revista de Administração Contemporânea, 14(3), pp. 434-457.

Modica, J., Rabechini, R., Jr. & Braun, E. (2011). Priorização de um portfolio de projetos. 11o. Seminário Internacional de Gerenciamento de Projetos (pp. 1-10). São Paulo: PMI SP.

Padovani, M. (2007). Apoio à decisão na seleção do portfólio de projetos: uma abordagem híbrida usando os métodos AHP e programação inteira. Dissertação de Mestrado. São Paulo, SP, Brasil.

Padovani, M., Carvalho, M., & Muscat, A. (2010). Seleção e alocação de recursos em portfólio de projetos: estudo de caso no setor químico. Revista Gestão & Produção, 17(1), pp. 157-180.

Padovani, M., Muscat, A., Camanho, R., & Carvalho, M. (2008). Looking for the right criteria to define projects portfolio: multiple case study analysis. Product: Management & Development, 6(2), pp. 127-134.

Pereira, G. (2005). Avaliação da CAPES: abordagem quantitativa multivariada dos programas de administração. Dissertação de Mestrado. São Paulo, SP.

Saaty, T. (1999). The seven pillars of the Analytic Hierarchy Process. 5th International Simposium on the Analytic Hierarchy Process (ISAHP’99), (pp. 1-15). Kobe, Japão.

Serafim, A. (2004). A pós-graduação no Brasil - políticas de desenvolvimento. Colóquio Internacional sobre gestão universitária na América do Sul. Florianópolis.

Viana, A., Mantovani, D., & Vieira, A. (2008). Análise dos programas de pós-graduação avaliados pela CAPES: relação entre conceitos dos programas e índice de publicação. XXXII Encontro da ANPAD. Rio de Janeiro.

Vincke, P. (1992). Multicriteria Decision Aid. New York: John Wiley & Sons Inc.

Wallenius, J., Dyer, J., Fishburn, P., & Steuer, R. (2008). Multiple Criteria Decision Making, Multiattribute Utility Theory: Recent Accomplishments and What Lies Ahead. Management Science, 54(7), pp. 1336-1349.

Yin, R. (2010). Estudo de Caso: Planejamento e Métodos (4a. ed.). Porto Alegre: Bookman Cia Editora.